Google+

Funções e Operadores Lógicos no Excel

Em nosso artigo sobre a Função SE, mostramos o porquê é importante e como utilizar as estruturas condicionais no Excel. Vimos também que, em algumas situações, precisamos de alguns complementos para tornar as condições mais acessíveis, mais fáceis de implantar. Estas operações são as chamadas operações lógicas. São imprescindíveis no mundo da programação – na verdade a base de todo e qualquer algoritmo – e também é um diferencial saber utilizá-las no Excel.

De modo mais específico, podemos classificar estes novos grupos de análise como operadores de comparação e as funções lógicas. Começando pelos operadores de comparação, temos os principais:

 

1 - operadores lógicos excel

Em relação às funções lógicas, temos:

  • E (Função E) -> Retorna VERDADEIRO se todos os seus argumentos forem VERDADEIROS
  • FALSO (Função FALSO) -> Retorna o valor lógico FALSO
  • SE (Função SE) -> Especifica um teste lógico a ser executado
  • SEERRO (Função SEERRO) -> Retornará um valor que você especifica se uma fórmula for avaliada como um erro; do contrário, retornará o resultado da fórmula
  • NÃO (Função NÃO) -> Inverte o valor lógico do argumento
  • OU (Função OU) -> Retorna VERDADEIRO se um dos argumentos for VERDADEIRO
  • VERDADEIRO (Função VERDADEIRO) -> Retorna o valor lógico VERDADEIRO

 

Já estudamos a função SE e, indiretamente, as funções E e OU. Sobre estas duas, vamos entrar em um pouco mais de detalhes sobre qual é o retorno de sua utilização. As funções lógicas obedecem ao que chamamos de tabela verdade. Ou seja, é uma tabela lógica que nos auxilia a saber qual será o resultado da operação.

Para a função E, temos a seguinte tabela verdade:

 

Entrada 1

Entrada 2 Saída

Falso

Falso Falso

Falso

Verdadeiro Falso

Verdadeiro

Falso

Falso

Verdadeiro Verdadeiro

Verdadeiro

 

Já para a função OU, temos:

 

Entrada 1

Entrada 2 Saída

Falso

Falso Falso

Falso

Verdadeiro

Verdadeiro

Verdadeiro Falso

Verdadeiro

Verdadeiro Verdadeiro

Verdadeiro

 

Assim, podemos combinar o uso dos operadores lógicos com as funções lógicas, como fizemos no artigo Função SE.

Agora, podemos detalhar uma função importante, que é a função SEERRO. Algumas vezes, realizamos alguma operação no Excel em que um erro é retornado, não porque erramos a fórmula, mas por que realmente não havia escolha. Como exemplo, imagine calcular a relação entre dois vendedores. Pode haver um mês em que a venda de um deles foi zero. Ao realizar o cálculo, o Excel retornará o erro #DIV/0!. Neste caso, utilizaremos a função SEERRO para nos retornar um valor que seja visualmente aceitável. A figura abaixo mostra um exemplo desta aplicação, supondo o estudo da relação de vendas entre dois vendedores.

 1

 

Note que a performance do Vendedor 1 é superior a do segundo. Inclusive, nos meses de janeiro e maio, o Vendedor 2 não conseguir nenhuma receita. Como resultado, o Excel retorna o #DIV/0. Vamos utilizar a função SEERRO para melhorar esta visualização.

3 - fórmula seerro excel

4 - tabela funções lógicas

Realizamos a operação normal e colocamos a condição caso exista o erro, que é retornar o valor de 100%. Assim, nossa planilha fica:

 

5

Dando destaque aos meses que não houve vendas pelo Vendedor 2.

Até o próximo artigo!

 

email
Updated: 09/12/2014 — 18:51

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Excel Prático © Todos os direitos reservados. 2014 - 2016